|
Agendar Consulta

A terapia pode me ajudar a chegar ao orgasmo?

Muita gente tem uma visão errada da terapia sexual. A falta de conhecimento faz com que as pessoas tenham impressões equivocadas de que a terapia consiste em sessões de sexo com o profissional que está do outro lado ou algo parecido e não é nada disso. Não existe nenhum contato físico na terapia para tratar de problemas sexuais! E ela vai ajudar muito o paciente a lidar com problemas comuns quando o assunto é vida sexual, como a consumação do orgasmo no caso das mulheres, como explica a nossa psicóloga, Maria Beatriz Devides.

“Na psicologia, usamos o diálogo como nossa principal ferramenta, utilizando técnicas cientificamente comprovadas. Nós, psicólogos, conseguimos desenvolver habilidades, autoconhecimento, autoestima, estratégias para que os clientes tenham mais qualidade de vida de acordo com a queixa que trazem. Com a dificuldade de ter orgasmo não será diferente”, afirma.

Claro que para o psicólogo trabalhar com essa questão, ele precisa ter conhecimentos sobre sexualidade também. “No caso da dificuldade em ter orgasmo ou anorgasmia, costumo trabalhar a partir do autoconhecimento do próprio corpo, do entendimento do desenvolvimento histórico da própria sexualidade e no desenvolvimento de um novo relacionamento do cliente com o próprio corpo e com a intimidade. Na maioria dos casos, o que identificamos é que a dificuldade em ter um orgasmo é muito mais de caráter emocional e psicológico do que físico”, concluiu.